Palestrantes

Na composição das Mesas, buscou-se harmonizar as lutas cotidianas dos movimentos de negras e negros, LGBT e feminista, com a contribuição acadêmica. Confira a excelente seleção de palestrantes e GTs que discutirão conosco a diversidade sexual e a identidade de gênero.

1º DIA (02 de setembro)

À partir de 14h – Credenciamento

17h – Lanche

17:30h – Mesa de Abertura: Direitos e Minorias: Desafios Contemporâneos na Universidade Pública

Brunello Souza Stancioli

Brunello StancioliPossui graduação em Direito pela UFMG (1996), onde também fez mestrado (2000) e doutorado (2007). É professor adjunto, em dedicação exclusiva, na mesma instituição, subcoordenador do Programa de Pós-Graduação em Direito da UFMG, membro do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE), da UFMG, e da Coordenadoria de Transferência e Inovação Tecnológica (CTIT) da UFMG, como representante da área de humanidades. Foi Academic Visitor no Uehiro Centre for Practical Ethics (Faculty of Philosophy), na Universidade de Oxford (maio de 2011 a março de 2012), com recebimento de bolsa CAPES. Foi membro do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos, da UFMG, por três anos. Tem experiência em ensino e pesquisa em Direito, com ênfase em Direito Civil, sob enfoque transdisciplinar. É coordenador do Grupo Persona, que estuda a pessoa e a pessoalidade em todas as suas nuances, sob o viés transdisciplinar.

Marcelo Maciel Ramos

Marcelo Maciel RamosProfessor Adjunto da Faculdade de Direito e Ciências do Estado da UFMG, Marcelo Maciel Ramos é Bacharel, Mestre e Doutor em Direito pela mesma instituição, tendo realizado parte de suas pesquisas doutorais no Institut de la Pensée Contemporaine da Université Paris-Diderot. Atualmente, leciona disciplinas nos cursos de Direito, de Ciências do Estado e no Programa de Pós-grad0uação em Direito da UFMG, onde está habilitado a orientar dissertações de mestrado e teses de doutorado. Tem pesquisado os discursos sobre a liberdade na tradição intelectual ocidental, bem como as condições históricas e culturais do seu aparecimento. Tem se dedicado, ainda, ao estudo da cultura, do pensamento e do direito chinês e tem orientado trabalhos relacionados às experiências normativas não-ocidentais, à religião, à igualdade.

 Érica Souza

ericarenatadesouza_37614Doutora em Ciências Sociais pela Unicamp (2000-2005) e Mestre em Antropologia Social pela Unicamp (1997-1999). Tem experiência docente nas áreas de Antropologia, Sociologia e Educação. Sua área de concentração é Antropologia, tendo atuado principalmente nos temas de gênero, corpo, sexualidades, família e maternidade. É Professora Adjunta II e subchefe do Departamento de Antropologia e Arqueologia da FAFICH/UFMG. Pesquisadora do Laboratório de Antropologia das Controvérsias Sociotécnicas, FAFICH/UFMG e vinculada ao Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania GLBT (NUH). Representante da UFMG no Conselho Estadual da Mulher, Governo de Minas Gerais (Gestão 2012-2014). Atualmente desenvolve pesquisas sobre os seguintes temas: transexualidade masculina e saúde; gênero e ciência.

18:30h – Conferência de Abertura: Direitos e Visibilidades para além do gênero.

Marcella Furtado de Magalhães (convidada mediadora)

Marcella FurtadoProfessora Adjunta do Departamento de Direito do Trabalho e Introdução ao Estudo do Direito da Faculdade de Direito da UFMG. Possui graduação em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (2002), mestrado em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (2005) e doutorado em direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (2009). Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Ética, atuando principalmente nos seguintes temas: filosofia e filosofia do direito, historia do direito e direito romano, sociologia jurídica, hermenêutica jurídica, introdução ao estudo do direito, teoria geral do direito e do direito privado, metodologia cientifica e metodologia da pesquisa em direito, lógica e lógica jurídica.

.

Adriana de Resende Barreto Vianna

adrianaviannaÉ graduada em História pela UFF (1992), mestre em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995) e doutora em Antropologia Social pela UFRJ (2002). É Professora Adjunta IV da UFRJ – PPGAS/Museu Nacional. Desenvolve pesquisas nas áreas de Antropologia do Estado, Antropologia do Direito e das Moralidades; Família, Gênero e Geração.

.

 .

Roger Raupp Rios

RogerPossui graduação em Direito pela UFRGS (1993), mestrado em Direito pela UFRGS (2000) e doutorado em Direito pela UFRGS (2004). Atualmente é conselheiro – International Council of Human Rights Policy, Juiz federal – Justiça Federal – Seção Judiciária e professor do Centro Universitário Ritter dos Reis, no Mestrado Stricto Sensu (Direitos Humanos) e na Graduação. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Público, atuando principalmente nos seguintes temas:direitos humanos, direitos fundamentais, direito da antidiscriminação, direitos sexuais e direito à saúde.

2º DIA (03 de setembro)

11h – Painel: Epistemologias feministas e queer

Viviane V.

Viviane V.Possui graduação em Ciências Econômicas pela Unicamp (2006), e atualmente integra o grupo Cultura e Sexualidade (Cus), da UFBA. Também é militante/ ativista social e pesquisadora das questões sobre cis e trangeneridades.

 

 

.

Jaqueline Gomes

Jaqueline GomesDoutora em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações pela UnB. Pesquisadora do Laboratório de Trabalho, Diversidade e Identidade – LTDI do Instituto de Psicologia da UnB. Professora do Centro Universitário Planalto do Distrito Federal – UNIPLAN. Foi assessora técnica da Presidência da República (2011), atuou no Departamento de Saúde, Previdência e Benefícios do Ministério do Planejamento (2008-2010), ocupou o cargo de assessora de diversidade e apoio aos cotistas e coordenadora do Centro de Convivência Negra da UnB (2006-2008). Pesquisa nas áreas de saúde do trabalhador, gestão da diversidade e movimentos sociais, com ênfase em identidade, gênero, orientação sexual e raça/etnia. Membro da Associação Brasileira de Psicologia Social – ABRAPSO e da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros – ABPN. Investigadora da Rede de Antropologia Dos e Desde os Corpos.

Tayane Lino

tayaneÉ Psicóloga pela UFMG (2011) e mestranda junto ao Programa de Pós-graduação em Psicologia, na Área de Psicologia Social, da mesma instituição. Atua no Programa PET Conexões de Saberes desenvolvido no NEPECS/UFMG. Membro do Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão “Conexões de Saberes” (FAFICH/NEPECS). Integrante do Núcleo de Psicologia Política (NPP/UFMG). É acadêmico-militante do Grupo Universitário em Defesa da Diversidade Sexual (GUDDS!) e membro fundadora da Articulação Feminista do Grupo Universitário em Defesa da Diversidade Sexual (GUDDS!), tendo atuado na organização da I Semana Universitária da Diversidade Sexual (Prêmio LGBT Cultural 2009 do Ministério da Cultura) e no 7º Encontro Nacional Universitário de Diversidade Sexual (ENUDS 7). Integra o Conselho Deliberativo da Rede Universitária de Diversidade Sexual – RUDS/MG. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Social, Psicologia Comunitária e Psicologia Política. Atua na interface entre produção acadêmica e militância política, com ênfase nos seguintes temas: Homofobia, Juventude, Participação Política, Participação Juvenil, Genêro, Diversidade Sexual, Feminismo, Direitos Humanos e Cidadania.

14h – Grupos de Trabalho (Simultâneos)

5º a 8º Andar da Faculdade de Direito da UFMG

17h – Lanche

18h – Painel: Impacto dos mega- eventos na prostituição e pobreza.

Pedro Augusto Gravatá Nicoli (convidado mediador)

Pedro NicoliPossui graduação em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (2006) e é mestre (2010) e doutorando em Direito pela mesma Universidade, sendo bolsista da CAPES. Esteve em temporada de pesquisas junto ao Collège de France, como parte de um programa de Doutorado-Sanduíche no Exterior, com bolsa da CAPES, sob a orientação do Professor Doutor Alain Supiot, entre dezembro de 2013 e julho de 2014. Foi professor substituto no Departamento de Direito do Trabalho e Introdução ao Estudo do Direito da Universidade Federal de Minas Gerais entre 2012 e 2013. Atuou, ainda, nas equipes docentes do curso de graduação em Ciências do Estado na Universidade Federal de Minas Gerais. É autor do livro “A Condição Jurídica do Trabalhador Imigrante no Direito Brasileiro”, publicado em 2011 pela LTr. Tem experiência profissional na área de Direito do Trabalho, Direito Internacional do Trabalho e Direito Internacional.

Thaddeus Gregory Blanchette

 Thaddeus GregoryPossui graduação em Português (University of Wisconsin-Madison, 1997), graduação em Sociologia (University of Wisconsin-Madison, 1997), graduação em Latin American Studies (University of Wisconsin-Madison, 1997), mestrado em Antropologia Social pelo Museu Nacional, UFRJ (2001) e doutorado em Antropologia Social pelo Museu Nacional, UFRJ (2006). Trabalha para vários indivíduos e institutos como tradutor, incluindo o National Museum Of The American Indian, o Museu Nacional e a UFF. Atualmente, é professor de antropologia na UFRJ, Campus Macaé. Experiência na área de Antropologia, com ênfase em etnicidade, indigenismo, desenvolvimento e relações de gênero, atuando principalmente nos seguintes temas: Rio de Janeiro, gringos, imigração, turismo sexual, prostituição, administração indígena, desenvolvimento, história dos EUA e história do Brasil.

Cida Vieira

cida vieiraCida Vieira é presidente da APROSMIG (Associação das Prostitutas de Minas Gerais). A Associação representa profissionais do sexo que exercem a profissão em variados locais do estado de Minas Gerais.

.

.

.

.

Letícia Cardoso Barreto

Letícia CardosoÉ doutoranda do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas na UFSC pesquisando produção do conhecimento sobre prostituição em Belo Horizonte. É mestre em Psicologia, com área de concentração em Psicologia Social, e psicóloga pela UFMG. Atua como Gerente do Programa de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (PETP/MG), vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDS) do Governo de Minas Gerais. Possui experiência profissional em pesquisa; ensino em psicologia; atendimento psicossocial; mapeamento e diagnóstico psicossocial; identificação e capacitação de lideranças; promoção, facilitação e análise de grupos focais; gerência de equipe. Parecerista ad hoc das revistas Sexualidad, Salud y Sociedad, Temas em Psicologia e Pesquisas e Práticas Psicossociais.

Anyky Lima

anyky

Anyky Lima é representante da ANTRA (Articulação Nacional de Travestis e Transexuais) em Minas Gerais, e atual presidente da CELLOS (Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual de Minas Gerais) uma ONG que luta pelos direitos e promoção da cidadania na comunidade de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais – LGBT. Além disso, luta (é ativista social) contra a homofobia e toda forma de preconceito.

.

.

3º DIA (04 de setembro)

11h – Painel: Transgeneridades e a negação de direitos

Mariah Brochado (convidada mediadora)

MariahDoutora em Filosofia do Direito pela Faculdade de Direito da UFMG (2003). Mestra em Filosofia do Direito pela Faculdade de Direito da UFMG (2000). Especialista em Filosofia do Direito pela Faculdade de Direito da UFMG (1998). Professora Adjunta de Filosofia do Direito, Teoria Geral do Direito e Hermenêutica Jurídica dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação da Faculdade de Direito da UFMG desde 2003. Vice-Chefe do Departamento de Introdução ao Estudo do Direito e Direito do Trabalho da Faculdade de Direito da UFMG. Coordenadora do Núcleo de Estudos Paideia Jurídica: educação em direitos humanos-fundamentais, da Faculdade de Direito da UFMG.

.

Indianara Siqueira

10553344_892403910787328_4284041633147794498_n

Indianara Siqueira é ativista em prol do movimento trans e atual organizadora da Marcha das Vadias no Rio de Janeiro.

.

.

.

.

Tatiana Lionço

Tatiana LionçoPossui graduação (1999), Mestrado (2002) e Doutorado (2006) em Psicologia pela UnB. Pesquisa questões relacionadas à sexualidade, ao gênero, à bioética, aos direitos humanos e direitos sexuais e reprodutivos. Atuou em consultorias para o Governo Federal e na Anis – Instituto de Bioética, Direitos Humanos e Gênero. Atualmente é pesquisadora e docente nos cursos de graduação e mestrado em Psicologia no Centro Universitário de Brasília – UniCEUB. Organizadora em conjunto com Debora Diniz do livro Homofobia & Educação: um desafio ao silêncio (2009) e com Debora Diniz e Vanessa Carriâo do livro Laicidade e ensino religioso no Brasil (2010). Em 2012 recebeu o prêmio Beijo Livre Direitos Humanos LGBT, concedido pela ONG Estruturação/DF

.

João Néry

Ativista de movimentos trans em prol dos direitos humanos, defende a despatologização das identidades trans, luta pelos direitos ao reconhecimento igualitário da cidadania dos que se encontram fora da heteronormatividade ou são discriminados por questões raciais, de classe, étnicas e outros. Graduado em Psicologia pelo Instituto de Psicologia da UFRJ, ex- professor universitário, psicoterapeuta, pesquisador em gênero, especializado em Sexologia pelo IEDE e ex- mestrando em Psicologia da Educação pela UGF (Universidade Gama FIlho), consultor para programas de TV, como “Na Moral” dentre outros.

.

Flávia Marcelle Torres

flaviaPossui graduação em Direito pela UFMG (2004). Atualmente é defensora pública – Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direitos Humanos, Coletivos e Socioambientais.

.

.

.

14h – Grupos de Trabalho (Simultâneos)

5º a 8º Andar da Faculdade de Direito da UFMG.

17h – Lanche

18h – Painel: Interseccionalidade: Nuances da Diversidade

Larissa Amorim Borges

larissaMestrando em Psicologia Social pela UFMG, na linha de Pesquisa Identidade e Política (2011). Bolsista CNPQ. Membro da Comissão de Direitos Humanos do CRP/MG. Membro do Núcleo de Pesquisa e Extensão Conexões de Saberes e do Núcleo de Psicologia Política da UFMG (FAFICH/NEPECS). Tem experiência nas áreas de Direitos Humanos, políticas públicas de juventude, psicologia social e comunitária, ações coletivas, movimentos sociais, políticas sociais, educação, psicologia social do racismo, psicologia jurídica, psicanálise, saúde mental e psicomotricidade. Como palestrante (Brasil e América Latina) trabalha principalmente nos seguintes temas: DESCAS (Direitos Econômicos, Socais, Culturais, Ambientais e Sexuais), relações étnico raciais e combate ao racismo, juventude, hip hop, sexualidade, gênero, diversidade sexual, favela, vulnerabilidades, violências, educação, implementação da Lei 10.639.

Ela Wiecko Volkmer de Castilho

Ela WieckoPossui graduação em Direito pela UFRGS (1971), mestrado em Direito Público pela UFPR (1987) e doutorado em Direito pela UFSC (1996). É professora da Faculdade de Direito da UnB, onde lidera o Grupo Candango de Criminologia e o Moitará – Grupo de Pesquisa em Direitos Étnicos. Suas atividades de ensino, pesquisa e extensão se inserem nas Linhas de Pesquisa “Sistemas de Justiça, Direitos Humanos e Educação Jurídica” e “Direito Achado na Rua”. Temas a que tem dado especial atenção: violência contra a mulher, alternativas à prisão, direitos dos povos indígenas, política de drogas, tráfico de pessoas. É também membro do Ministério Público Federal, onde exerceu as funções de Procurador Federal dos Direitos do Cidadão, Coordenadora da 6ª Câmara de Coordenação (índios e minorias) e Corregedora-Geral. Presidiu a comissão de estudos para a implantação da Ouvidoria do MPF e foi a primeira de Ouvidora Geral do Ministério Público Federal. Atualmente é Vice-Procuradora Geral da República.

Adilson José Moreira

Adilson MoreiraPossui graduação em Direito pela UFMG (1999), mestrado em Direito pela Universidade de Harvard (2005), doutorado em Direito Constitucional pela UFMG (2007) e doutorado em Direito pela Universidade de Harvard (2013). Tem desenvolvido uma série de pesquisas relacionadas com Direito Constitucional, Direito Constitucional Comparado, Sociologia do Direito, Direito de Família e Direito de Minorias. Lecionou as seguintes disciplinas: Teoria da Constituição, Teoria do Estado, Direitos Humanos e Direito Constitucional.

..

4º DIA (05 de setembro)

09h30 – Lançamento de Livro

11h – Primeiro Painel: A Ciência e a produção do binarismo: patologização da
intersexualidade e da transexualidade

Leonardo Peçanha

PeçanhaLicenciatura e Bacharel em Educação Física; Especialista em Gênero e Sexualidade pela UERJ; e Mestre em Ciência da Atividade Física. Orientador do Núcleo de Pesquisas do Instituto Brasileiro de Transmasculinidades.

.

.

Marco Aurélio Máximo Prado

MarcoDoutor em Psicologia Social pela PUC-SP com foco em estudos sobre participação social, identidades coletivas e movimentos sociais. Foi secretário da Sociedade Brasileira de Psicologia Política e também Presidente da Associação Brasileira de Psicologia Política (2009-2011). É professor associado na UFMG, foi Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Psicologia (2009-2010) da UFMG, é pesquisador junto aos Núcleos de Pesquisa em Direitos Humanos e Cidadania LGBT (NUH/UFMG) e Psicologia Política (NPP/UFMG).

.

.

Paula Sandrine Machado

PaulaPossui graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2000), mestrado em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004) e doutorado em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008). Tem experiência na área de Antropologia do Corpo e da Saúde, Antropologia da Ciência, Psicologia Social e Saúde Coletiva, atuando principalmente nos seguintes temas: sexualidade, gênero, intersexualidade, direitos sexuais e reprodutivos.

.

.

Thiago Coacci

CoacciDoutorando e Mestre em Ciência Política pela UFMG. Advogado. Bacharel em Direito pela PUC MINAS. É pesquisador do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre a Mulher (NEPEM/UFMG) e do Centro do Interesse Feminista e de Gênero (CIFG/UFMG) e trabalha na coordenação administrativa do Curso de Gestão de Política Públicas em Gênero e Raça (GPP-GeR) ofertado conjuntamente por esses núcleos. Atualmente integra a Comissão da Diversidade Sexual da OAB Minas Gerais, da qual foi membro fundador. É acadêmico-militante do Grupo Universitário em Defesa da Diversidade Sexual (GUDDS!), tendo atuado como Coordenador Geral do grupo para o ano de 2010. Seus temas de interesse são: Direitos Humanos dos Grupos Minoritários, Movimentos Sociais Contemporâneos, Gênero e Sexualidade, Teorias Queer e Feminista, Acesso à Justiça e Judicialização da Política.

14h – Grupos de Trabalho (Simultâneos)

 17h – Mesa de Debate: Estado Laico, Direitos Humanos e Direitos LGBT

 Alexandre Bahia

alexandre bahiaPossui graduação em Direito pela UFMG (2001), Mestrado em Direito Constitucional pela UFMG (2004) e Doutorado em Direito Constitucional pela UFMG (2007). Atualmente é Professor Adjunto do Departamento de Direito da UFOP e do IBMEC-BH. Membro do Comitê de Ciências Sociais Aplicadas da Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PROPP) da UFOP. Membro do Instituto de Hermenêutica Jurídica, do Instituto Brasileiro de Direito Processual e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. Atua principalmente nos seguintes temas: Direitos Fundamentais, Estado Democrático de Direito, Minorias, Ativismo e Reforma do Judiciário.

.

Fernando Seffner

FernandoGraduação em Geologia pela UFRGS (1981), graduação em História pela UFRGS (1987), mestrado em Sociologia pela UFRGS (1987), e doutorado no programa de Pós-graduação em Educação da UFRGS (2003). Atualmente é professor associado da Faculdade de Educação da UFRGS. É docente e orientador junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação na linha de pesquisa Educação, Sexualidade e Relações de Gênero, com ênfase temática nas pedagogias de construção das masculinidades. Atua também em pesquisas e orientações investigando situações de vulnerabilidade a aids; respostas religiosas a aids; estado, religião e laicidade; conexões entre direitos humanos e políticas públicas de gênero e sexualidade. No ensino de graduação dedica-se a disciplinas que envolvem o ensino de História e a construção de aprendizagens significativas nesta área. É coordenador do GEERGE Grupo de Estudos em Educação e Relações de Gênero.

Marlise Matos

marlisePossui graduação em Psicologia pela UFMG (1988), Aperfeiçoamento em Metodologia Quantitativa pela UFMG, Mestrado em Teoria Psicanalítica pela UFRJ (1993), Doutorado em Sociologia pelo Instituto Universitário de Pesquisas- SBI/IUPERJ (1998), Formação Complementar em Direito Internacional dos Direitos Humanos pela Universidad de La Republica (UDELAR, 2005) e Universidad de Buenos Aires (UBA, 2009), com apoio das Nações Unidas (ACNUR e ACNUDH). Atuou como Professora Agregada do Departamento de Sociologia e Política da PUC-Rio (1996-2005). Atualmente é Professora Adjunta do Departamento de Ciência Política da UFMG.

.

19h – Lanche

20h – Conferência de Encerramento: Os Desafios dos Movimentos Sociais na Concretização de Direitos frente a Oposição Fundamentalista

Camila Nicácio (convidada mediadora)

Camila NicácioProfessora Adjunta do Departamento de Direito do Trabalho e Introdução ao Estudo do Direito da UFMG. Doutora em Antropologia do Direito pela Université Paris Panthéon-Sorbonne. Mestre em Sociologia do Direito pela Université Paris III, Sorbonne Nouvelle (2005) e Graduada em Direito pela UFMG (2002). Ex-Subsecretária de Atendimento às Medidas Socioeducativas do Governo de Minas Gerais (Suase-Seds). Ex-coordenadora metodológica do Programa Pólos de Cidadania da UFMG e dos Núcleos de Mediação de conflitos e Prevenção à Criminalidade da Secretaria de Estado de Defesa Social do Estado de Minas Gerais. Ex-bolsista do Ministère des Affaires Etrangères (France – Bourse d’Excellence Eiffel) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Experiência na área de Direito, com ênfase em Antropologia Jurídica e Sociologia Jurídica. Atuação preponderante nos seguintes temas: direitos fundamentais, internormatividade, mediação de conflitos e administração/acesso à justiça.

Bruno Bimbi

Bruno BimbiDoutorando em Estudos da Linguagem na PUC- Rio. Possui graduação pela Fundación Centro de Estudos Brasileiros (2008) e mestrado em Letras pela PUC-Rio (2011). Jornalista, colaborou com diversos jornais e revistas da Argentina. Tem experiência em tradução português- espanhol, revisão de textos, comunicação institucional e política, imprensa e publicidade. Ex. diretor de Promoção Cultural da Prefeitura de Avellaneda (Argentina). Autor do livro “Matrimonio igualitario. Intrigas, tensiones y secretos em el camino hacia la ley (Planeta, 2010)”.

.

Marcelo Andrade Cattoni de Oliveira

cattoniBolsista em Produtividade do CNPq (Pq 1D 2013). Possui Mestrado (1997) e Doutorado (1999) em Direito pela UFMG. Realizou estágio de pós-doutorado como bolsista da CAPES em Teoria do Direito na Università degli studi di Roma Tre (2008-2009). Professor Associado da UFMG. Coordenador do Colegiado do Curso de Bacharelado em Ciências do Estado da UFMG. Tem experiência na área do Direito, com ênfase em Direito Constitucional, Teoria da Constituição, Processo Constitucional, Filosofia do Direito e História do Direito, desenvolvendo projetos sobre História do Processo de Constitucionalização Brasileiro e Teoria Crítica, sobre Reconhecimento, identidade e cidadania e sobre Justiça de Transição, bem como sobre a possibilidade de justificação racional dos juízos práticos.

Carlos Magno Fonseca

carlosmagnoNo período de 2009 a 2011, Carlos Magno Fonseca coordenou o Centro de Referência pelos Direitos Humanos e Cidadania LGBT da Prefeitura de Belo Horizonte (MG). Além disso, dentro da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), a maior rede de organizações LGBT da América Latina, com status consultivo junto à ONU (Organização das Nações Unidas), Carlos Magno exerceu os cargos de secretário da Regional Sudeste (2007 a 2010); e secretário de Comunicação (2009 a 2013). Em 26 de janeiro de 2013, foi eleito e empossado presidente da ABGLT para o mandato que termina em janeiro de 2016. Carlos Magno é um militante das questões, demandas e causas sociais com uma longa e rica trajetória de lutas e uma marcante e exemplar trajetória de importantes ações que resultaram em inúmeras conquistas de benefícios para a população de LGBT, tornando-se um exemplo de liderança, dentro das militâncias para as gerações do presente e do futuro.

Anúncios